Arquivo da categoria ‘religião’

Publicado: 14 de agosto de 2007 em religião

†††††††††††††† †††††††††††††

O

nde está a "Luz"? Tateei pelas paredes procurando o interruptor estava totalmente escuro o caminho um passo após o outro ia tateando e imaginando como deveria ser o ambiente pelo o qual eu me aventurava. No percurso tropecei em alguns obstáculos e inclusive num desses obstáculos cai e me machuquei foi muito difícil arranjar forças para continuar, mas eu tinha que continuar, eu tenho uma meta a seguir. Levantei-me atordoado pela queda e reiniciei a minha procura, mas dessa vez um passinho após o outro, bem devagarzinho, tomando cuidado para não me machucar mais uma vez. Quanto mais eu ia me aprofundando na escuridão, mais duvidas e incertezas tomavam o meu coração de preocupação, foi muito difícil não pensar que não ia consegui. Um rangido parecendo ser de uma porta escutei, pensei: Será que tem alguém perdido como eu?

Parei e fiquei observando para ver se ouvia algum barulho, algum ruído, algum grunhindo e não escutei mais nada além do longo silencio que persistia em me acompanhar durante a minha procura. Quando eu passei pelas escadas escutei um grunhido gritei: – Quem está ai? Uma voz me respondeu agoniada: – Me ajude? To aqui? Não me Deixe aqui? Caminhei em direção das suplicas que aquela pobre alma fazia e lhe oferecia a mão e começamos a procura de novo. No meio do caminho aquela misteriosa pessoa que eu havia encontrado tentava me desencorajar tomou a frente e me guiou-me dizendo: – Que nós nunca iríamos consegui encontrar a luz e que era melhor parar e espera por ajuda.

Começamos a andar em círculos, uma frase não saia de minha mente, era uma passagem bíblica de Paulo: – Ora, se um cego guiar um outro cego, cairão ambos no barranco.

No meio do caminho aquela pessoa misteriosa que estava à frente como um guia desistiu e ficou no meio do caminho e eu resolvi continuar, pois tinha uma meta a seguir reiniciei a minha empreitada passo á passo tateando o ambiente até que eu encontrei a luz. Eufórico e agradecido me lembrei de outra passagem da bíblica: – Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao pai senão por mim. A única conclusão que eu pude chegar é que nem todos os caminhos que nos levam á Deus são bons, pois o próprio Jesus não mencionou: – Eu sou um dos muitos caminhos bons ou Sou o melhor caminho, sou um aspecto da verdade, sou um fragmento da vida. Nada disso. Ele fez uma afirmação em termos absolutos e a aceitação de que ele é a Salvação do mundo anula todas as outras afirmações semelhantes de outros homens ou religiões.

 

 

Produzido Por: Leonardo S. P. Santos

Inspirado na obra do Dr. Walter Martin “O Império das Seitas Vol. IV”

Editora Betânia.

Coleção: Leitura para uma vida bem-sucedida.

 

homer21

 

Anúncios